Temos HiperAtenção!

Tudo o que fazemos é de coração e por isso entre panelas, pratos, temperos, provas,  não deixamos de pensar na “máquina” que nos move…

Vejam tudo na reportagem em baixo!

Reportagem

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink. Both comments and trackbacks are currently closed.

One Comment

  1. João Carvalho
    Posted Domingo, Agosto 12, 2012 at 4:50 pm | Permalink

    Para quem, como eu, só conhecia o restaurante pela informação disponível no site entra.pt, nunca terá tido tão adequada apliacação aquela expressão anglo-saxónica “what you see is what you get!”.

    Na verdade, todo o conceito imediatamente cativante de que nos apercebemos na visita online é fielmente transposto para o espaço físico do restaurante e para tudo o que de bom lá podemos experimentar. O ambiente jovem (independentemente da idade) e informal, a criatividade plena de bom gosto, que vai dos pormenores da decoração à apresentação dos comes e bebes e, obviamente, os pontos nos iis da degustação (porque afinal, é disso que se trata aqui!), deixam-nos confirmar, de sorriso prazenteiro nos lábios, que tudo o que tinha sido anunciado, é efectivamente (com)provado!

    Num jantar de 4 pessoas, tudo o que degustámos (é por direito próprio termo!) estava fantástico, mas permitam-me atribuir o pódio ao polvo com migas – magnífico e discreto agridoce! – e à mousse de requeijão com doce de abóbora – para mim inédito e absolutamente do olimpo!

    Serviço pronto, muito simpático, informal mas sem falhas, cozinha (à vista) sem stresses e sem congestionamentos, nesta noite sob a direcção do Luís.

    (Acresce o “detalhe” de que esta refeição, em nada inferior às de muitos restaurantes “de referência” da capital, é servida com “absoluto esquecimento” da especulação de preços…)

    Sinceramente, Parabéns! Necessariamente, Até breve!

    (Publicado no site Best Tables)